[ busca ] [ bans ] [ b / coz / antifa / mad / foguinho / coven ] [ mod ]

/mad/ - Elas e eles.

Eles perguntam, Elas respondem. E vice versa.
Nome
E-mail
Assunto
Comentar
Verificação
Arquivo
Inserir
Senha (Para excluir arquivos)

Meninos são permitidos, porém recomenda-se discrição. Na dúvida, postem como meninas. Caso se sintam incomodados, postem como garotinhos de anime.

File: 1574889303866.png (204,32 KB, 500x380, c76.png) ImgOps Google

 No.21

O que acham de incesto? Alguém aqui já passou por algo assim na vida real?

 No.23

De vez em quando eu fantasio junto com o meu namorado como se fóssemos irmãos e é muito excitante.

 No.25

Já fantasiei que meu namorado era meu tio e não me orgulho muito disso…

Mas admito que foi uma das melhores transar…

 No.27

Já foi um dos meus maiores fetiches, mas nunca tive a oportunidade de tentar isso com alguém.
Eu tinha um conhecido que tinha uma irmã postiça e eu colocava a maior pilha pra ele pegar a irmã.

 No.30

File: 1575064563478-0.jpg (103,38 KB, 714x678, tumblr_p9up41J2aV1x3syp2o1….jpg) ImgOps Exif Google

File: 1575064563478-1.jpg (207,43 KB, 622x1248, 5rjlzn6yxnrx.jpg) ImgOps Exif Google

Não me dou bem com minha mãe, ela sempre me desprezou e só me fez para segurar casamento. O resultado é que o meu maior fetiche é o de Gentle Femdom, ter uma Dommy Mommy levemente malvadinha e sarcástica, do tipo que provoca, faz tiradas cínicas de brincadeira e depois abraça e me bota para fazer coisas para ela, etc.
Infelizmente toda domme é uma fodida complexada que viu no femdom o único nicho onde ela tem atenção, além de que uma certa desilusão amorosa partiu meu coração e me fez amargar de vez.


Se hoje aparecesse uma mulher assim na minha vida, mandaria se foder. Não sou mais otário.

Mas não odeio a menina que partiu meu coração. Ela abriu meus olhos e por isso sou grato. A amo e amarei incondicionalmente para sempre!
Apenas vivo a dor de saber que sou feio e jamais terei amor. Minha vida é Dor e essa realidade é deveras dolorosa.

Dito isso, eu acho que Ela - uma adepta da Eugenia - fez certo em tentar me destruir e desejar minha morte. Não sou suficientemente qualificado para continuar vivo, apenas aceito resignado!
Aceitar isso acima de tudo me trás a Iluminação de saber que qualquer guria que se aproxime de mim apenas quer me explorar e me tirar para otário, e por essa Sabedoria a Ela sou grato!

 No.41

Eu perdi a virgindade com a minha prima,ela é uma parda sem peito,mas tem um rabo enorme.
Foi a melhor foda da minha vida,tanto que eu como ela até hoje. O fato de nós estarmos praticando incesto ? Fornique-se. Primos e primas foram feitos para transar.

 No.58

File: 1575467503717.png (1,19 MB, 1200x1200, 9ef97ace8746fbfa96a6ddbf37….png) ImgOps Google

>>30
Senti, anão. Te achei sensato, mas você é mais do que isso, anão. Não se humilhe simplesmente por ter crescido em um ambiente tóxico. A frase da pica também vale para outras situações. Eugênia é coisa de fodidos e egocêntricos.

 No.76

>>58
Frase inventada que o Till Gabes nunca disse.

 No.77

>>76
Hihihi
então se mate

 No.355

File: 1578046429474.jpg (37,59 KB, 603x523, 1518085498394.jpg) ImgOps Exif Google

Eu sempre digo que perdi a virgindade com 16 anos nos tempos de escola com uma namoradinha.
Mas a real verdade é: minha primeira vez foi entre meus 13 ou 14 anos com minha irmã…
Meu BV também foi novinho, nem lembro com quanto anos, talvez 8, e também com ela.
Nem lembro direito o que me motivou a perder o BV, provavelmente ter visto algum filme com beijo ou coisa do tipo e então "querer saber como é".
Mas a virgindade eu lembro perfeitamente bem o que motivou a mim e certamente a ela também: Aceitação.

Você começa a andar com os descolados e descoladas da escola, e todo filho duma puta daquela merda só fala em putaria. Isso somado com os pais arrombados que eu tive que nem se importaram em me educar direito, me fizeram acreditar que eu precisava saber, eu precisava manjar daquelas coisas e ser bom naquilo pra "entrar pro clubinho", pra mulherada e os descolixos me "respeitarem". A sociedade hoje em dia coloca sexo como uma validação, o que as meninas não se contém em fomentar sem pensar nem dois minutos sobre a possível reação em cadeia que isso pode acarretar. Se você não fizesse a mulherada gritar igual os vídeos do RedTube, você é um fracassado. Essa era a mensagem que os descolados e as vagabundas me passavam através daquele comportamento grotesco. Sexo e pegação é um tipo de rating social bem estúpido por si só, mas pra uma criança que não tem maturidade pra digerir tudo aquilo, dá nessas merdas e outras (a maioria das minhas amigas da época de escola também perderem o cabaço entre 12~14 anos, e muitas eram patricinhas).

Eu nem vou entrar em detalhes com o ato, mas a gente fez de tudo, até anal. Foi tosco, não foi bom e eu regreto do fundo da minha alma. Eu e minha irmã não nos damos bem hoje em dia mas ainda bem que não tem a ver esses erros de criança. A gente já conversou a respeito depois de jovens adultos e ela também anda na mesma linha de que "a gente era criança e não entendia", e eu vi que ela não tem mágoa latente daquilo. Inclusive ela nunca teve problemas em namorar ninguém, também nunca foi promíscua. Eu também nunca consegui fantasiar com ela, nem mesmo quando ela aparecia no quarto pelada pra se trocar. Na verdade até me sentia desconfortável.

Esses dias eu sai com uns amigos descolados que pegam mulher toda semana, compartilham nudes das vagabundas que eles arrumam e tudo mais, e pro meu espanto eles perderam o cabaço deles com 21~25 anos. Se tudo aquilo que citei até agora fosse um bolo de arrependimento, saber que meus amigos só treparam depois de adultos foi a cereja. No fim das contas trepar nunca me fez favor nenhum, e eu queria não ter perdido nem com 14, nem com 16, nem com ninguém… Essas e outras coisas me levaram a ser uma pessoa que não pensa com o pinto, e simplesmente não tenho satisfação nenhuma sexual com mulheres (tanto que já faz alguns anos que só saio com outros meninos).

Espero que o meu relato dessa experiência de bosta consiga pelo menos esclarecer o quão ridículo esse tipo de fetiche é, no fim das contas deve estar no mesmo nível de pegar lolis ou outras dessas coisas estúpidas em quesito de recompensa: Você regreta pelo resto da vida, e se não regretar tem a certeza que é um doente.

 No.356

Tenho 23 e estou querendo pegar a minha prima de 13. Todas as vezes que estamos sozinhos, ficamos abraçados e eu fico tocando nela.
Ela é alta, deve ter quase 180cm de altura, já é bem desenvolvida e é gostosinha. Estou brincando com fogo, mas as únicas mulheres que me acham bonito e falam isso na minha cara são as da minha família, então foda-se.

 No.361

File: 1578277620639.jpg (117,75 KB, 1280x720, maxresdefault (1).jpg) ImgOps Exif Google

>>356

wee woo wee woo

duplo crime ai não dá né man

 No.363

>>361
Duplo?

 No.376

>>355
>eu queria não ter perdido nem com 14, nem com 16, nem com ninguém… Essas e outras coisas me levaram a ser uma pessoa que pensa com o pinto, e simplesmente não tenho satisfação nenhuma sexual com mulheres (tanto que já faz alguns anos que só saio com outros meninos).

É…te ler só reforça e joga mais pá de cal e cimento do que eu sempre achei e me portei, até hoje e mesmo hoje, com 33 anos. Prefiro mil milhões de vezes ser totalmente virgem e BV do que qualquer outra alternativa contemporânea. Muito obrigado pelo teu relato, foi justo e apreciado por mim. Mais e mais distâncias ainda desse mundo podrão de hoje eu tomo. Valeu, sempre aprendo pelo erros dos outros e zero de arrependimento de ser um eremita.

 No.377

Toda vez que meu namorado me come, fantasio que somos irmãos; as vezes, eu sou a irmãzinha mais nova que ele abusa. Nada pra mim é mais excitante que incesto.

 No.380

Relaçao tia-sobrinho é a unica possivel.



[Voltar][Vá para o topo] [Catalog] [Post a Reply]
Deletar Mensagem [ ]
[ busca ] [ bans ] [ b / coz / antifa / mad / foguinho / coven ] [ mod ]